Madrinha do Outubro Rosa, Ticiane Pinheiro conduz debate sobre importância da autoestima no tratamento e nos relacionamentos de mulheres com câncer de mama

[:pb]

Momento e técnica ideais da reconstrução mamária, ressignificação do corpo e da sexualidade são dúvidas frequentes e nem sempre esclarecidas para pacientes, antes, durante e após o tratamento

Para ampliar o olhar da sociedade sobre a importância de cuidar do amor-próprio, da autoconfiança e dos relacionamentos com os parceiros de pacientes com câncer de mama, a ONG Américas Amigas convidou sua madrinha Ticiane Pinheiro, jornalista e apresentadora, para conduzir um bate papo sobre a autoestima dessas mulheres. Realizado, em São Paulo, o evento trouxe os esclarecimentos do doutor em cirurgia plástica, Marcelo Olivan e o relato de Flávia Flores, ex-modelo e fundadora da ONG Quimioterapia e Beleza.

 

Papo do Bem - Ticiane Pinheiro

 

Para a apresentadora Ticiane Pinheiro, “Quando o assunto é reduzir a mortalidade do tipo de câncer que mais mata as mulheres, todo esforço é valioso. Parte importante desse trabalho é aumentar a autoestima das pacientes. Acredito que a mulher que fica mais bonita para si mesma acaba se gostando mais, se cuidando mais”, enfatiza. Para Mauricio Michelotto, CEO da Outlet Lingerie, rede de lojas essencialmente ligada ao universo feminino, “O envolvimento de todos na campanha é fundamental. Não só de mulheres e pacientes, mas também dos familiares e de toda a sociedade. Todos nós temos que nos engajar e ajudar de alguma forma. Por isso, nós da Outlet Lingerie auxiliamos na realização desse evento e direcionamos recursos para a Américas Amigas.” Durante todo o mês, parte da renda arrecadada com a venda deste modelo, assinado pela Ticiane Pinheiro, será revertida para a ONG.

 

O Dr. Marcelo Olivan, que atua no Instituo do Câncer em São Paulo, concorda com a apresentadora e com o empresário. Principalmente, durante o tratamento, é muito importante para a mulher buscar formas de manter a autoestima e a vaidade como o uso de maquiagem, de uma roupa que a faça se sentir bem. “As mulheres com baixa autoestima têm mais dificuldade em aderir ao tratamento e de manter a frequência nas sessões de quimio e radioterapia”, justifica. “Além disso, é muito importante o apoio do parceiro. Ele precisa estar consciente de que o toque só vai fazer bem a essa mulher”, complementa.

 

Sobre a reconstrução, a conduta médica mais avançada recomenda a cirurgia no ato da mastectomia (retirada parcial ou total da mama com as células malignas). No entanto, nem sempre é possível, devido a inúmeros fatores clínicos. “Há ainda, diferentes tipos de implantes mamários e procedimentos cirúrgicos, de acordo com o tamanho das mamas, anatomia da paciente, entre outras variáveis”, detalha o cirurgião.

 

Flávia Flores ressalta que a questão da autoestima para pacientes com câncer de mama engloba a importância da construção de um novo relacionamento dessas mulheres com o seu parceiro nos âmbitos afetivos e sexuais e que esses são aspectos comumente negligenciados, durante o tratamento. “Além da perda de libido, é comum que as mulheres não queiram que ninguém as vejam nuas. Nessa hora, o parceiro é fundamental”. Nos EUA, termo “oncosexology” (oncosexologia, em tradução livre) já é debatido e trata a sexualidade dos pacientes com câncer, no Brasil a pauta é excluída. “Ajuda psicológica, atividade física, imaginação, acessórios são importantes para melhorar a relação sexual do casal”, indica.

Para a presidente da ONG Américas Amigas, Francisca Harley: “O Outubro Rosa é uma oportunidade única para disseminarmos a conscientização em relação ao câncer de mama, mas o nosso trabalho não para. Muita gente ainda não sabe que a mamografia é a principal forma de detectar a doença precocemente, o que possibilita até 95% de chances de cura. É por isso que continuamos nessa luta e ter ao nosso lado parceiros importantes, como a Ticiane, a Outlet Lingerie e o Café Suplicy é motivo de muita satisfação para nós”.

 

#OLHAR DO BEM

Neste Outubro Rosa, a Américas Amigas convidou a todos para o movimento #OLHARDOBEM. Trata-se da publicação de posts nas redes sociais de qualquer pessoa com o uso da hashtag OLHARDOBEM, usando uma peça cor de rosa para lembrar as pessoas da importância do diagnóstico precoce e do estímulo a doações para a compra de mamógrafos. A ONG convida para o engajamento dessa ação como forma de ampliar a conscientização sobre a doença.

 

Sobre a Américas Amigas

A Américas Amigas é uma organização não governamental que luta pela diminuição do número de mortes por câncer de mama no Brasil, especialmente entre a população de baixa renda. Fundada em 2009, a ONG já beneficiou mais de 12 estados brasileiros por meio da doação de 23 mamógrafos a hospitais públicos e instituições de saúde filantrópicas, além de já ter oferecido mais de 500 mil exames de mamografia e 16 mil horas de treinamento e capacitação para profissionais de mamografia. Para saber mais sobre a Américas Amigas, acesse: https://americasamigas-org-br.umbler.net

 

Sobre a Outlet Lingerie

A Outlet Lingerie é uma rede de lojas especializada no segmento de lingeries e sleepwear. A proposta da empresa é levar ao consumidor as mais bem conceituadas marcas do país a preços de outlet. E o mais importante: sem defeitos. Os preços são atrativos e os descontos vão até 70% em relação aos valores originais, sempre marcados nas etiquetas para que a cliente possa comparar o desconto. Hoje a Outlet Lingerie tem lojas em todo o país e conta com uma equipe de vendas especializada em lingeries, que orienta as consumidoras para a escolha das melhores peças.

 

Flávia Flores

Em outubro de 2012, após o diagnóstico de câncer de mama, Flávia Flores criou a página “Quimioterapia e Beleza”, um projeto inédito que acabou se tornando referência para mulheres que enfrentam o diagnóstico e o tratamento de diversos tipos de câncer, com informações sobre beleza, autoestima e bem-estar. Em dezembro de 2015, constituiu o Instituto Quimioterapia e Beleza, uma Instituição composta por diretoria voluntária e de profissionais, cuja visão é fazer mais feliz e significativa a VIDA de todas as pessoas que passam pelo câncer. Fundou o Banco de Lenços Flavia Flores, unidade de ação do Instituto Quimioterapia e Beleza, em que recebe lenços e depois de tratados os encaminha com muito carinho a todas as mulheres que solicitam pelo site. É Embaixadora e Madrinha de projetos muito especiais: Banco de Lenços Flávia Flores, De Bem com Você – A Beleza Contra o Câncer (ABIHPEC – Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal e Cosméticos) e McDia Feliz (Casa Ronald McDonald). É também colunista da versão brasileira do Jornal Huffington Post.

 

Para mais informações:

Cíntia Araium

Assessoria de Comunicação

comunica.cintia@gmail.com

 

Cintia Araium e Fabi ietto

tel. 011 9.7299-6142[:]

Deixe um comentário